POR QUE ESCOLHER A BYTE FACTORY?

Além de oferecer 100% de ferramentas e serviços personalizados, nossa equipe tem o foco na alavancagem do seu negócio, informando e auxiliando sua expansão.

CONTATO
  • End.: Av. Jose de Souza Campos, Nº 1.815, cj 1.202
    Campinas-SP CEP 13025-320
  • Tel: +55 19 3795-4460 / 4461 / 4462 / 4463
  • Email: atendimento@bf.net.br

Menus escondidos

16/08/2018 em Geral

A atualização mais recente do Aics apresenta a opção de menus escondidos. Com isso, as telas ficam mais "limpas".
Para que o menu apareça, basta pressionar a tecla Alt.
Se desejar que esse recurso não seja utilizado, em propriedades do Explorer do Aics, em Minhas opções, selecione para não esconder os menus.

Nova lista negra por domínio

25/07/2018 em Correio Eletrônico

Um dos recursos do Correio Eletrônico do Aics é definir se uma mensagem vai para a lixeira, caixa de entrada e sua identificação em relação aos cadastros de clientes e fornecedores.
Selecionando diversas mensagens, já era possível marcá-las como "lista negra". Nesse modelo, as próximas mensagens do mesmo remetente serão enviadas para a lixeira automaticamente.
Nessa atualização, oferecemos a opção de incluir o domínio todo na lista negra. Por exemplo, um remetente com nome nome1@dominio.com, nome2@dominio.com etc pode agora ser indicado que o "dominio.com" vá todo para a lista negra.
Esse recurso é interessante porque diversos spammers variam o nome do usuário, incluindo nrs e letras, dificultando o envio para a lista negra. A variação do domínio é bem mais complicada, entretanto.
Importante destacar que domínios associados a cadastros do sistema não irão para a lista negra e as mensagens serão identificadas normalmente.
Também destacamos para tomar cuidado e não marcar domínios de uso público na lista negra, tais como, gmail.com, live.com etc.

Nova função facilita tratar arquivos CSV

17/07/2018 em Centro de Informações

Nota para audiência técnica no Centro de Informações.
Arquivos CSV são arquivos com informações separadas por ";".
O próprio Excel aceita importar esse formato e o apresenta em planilha facilmente. Entretanto, um arquivo CSV é, basicamente, um arquivo texto formatado.
Na primeira linha, é declarado como os dados são apresentados. Nas demais linhas, são geradas as informações (os dados, propriamente ditos).
Para facilitar a leitura de arquivos CSV, criamos uma função que extrai a informação de acordo com o título. Por exemplo:.
Se o arquivo fosse:
Nome;Cidade;UF << 1 linha.
Joao;Sao Paulo;SP << 2 linha em diante com dados.
Criamos uma função com a sintaxe:.
Function ExtractCSV(Titulo, Linha, Coluna:String):String.
Nesse exemplo, o resultado da chamada abaixo seria "SP":.
Mostra(ExtractCSV('Nome;Cidade;UF','Joao;Sao Paulo;SP','UF'));.
Claro que todos os dados da chamada poderiam estar em variáveis que viessem da leitura do arquivo CSV.
Basta atualizar o Aics e passar a utilizar a nova função em suas regras!

Novo recurso de Estoque residual

05/07/2018 em Materiais

Controlar estoque mínimo de forma adequada significa ter sempre produtos disponíveis e com o mínimo capital imobilizado.
O Aics possui o recurso de cálculo de estoque mínimo em função de um histórico de consumo selecionado.
Entretanto, períodos de baixa demanda poderiam zerar ou diminuir sobremaneira possíveis itens estratégicos.
Para melhorar o processo de cálculo do estoque mínimo, instituímos o conceito de Estoque Residual. Basicamente, é uma quantidade não zero que determinados itens precisam possuir, mesmo que o cálculo de um determinado período zere seu valor.
Dessa forma, incluindo a quantidade residual por item, a rotina de saldo mínimo não irá incluir um valor menor que o residual.
Basta atualizar o Aics, as tabelas adequadas e informar esses valores nos itens críticos.

Novas consistências NFe

03/07/2018 em NFe

A NFe 4.0 foi adiada para agosto, entretanto, as regras dos servidores da Receita estão mudando sem aviso prévio.
Em função disso, será possível ocorrerem problemas em documentos previamente enviados normalmente. Novas consistências estão em ativação sem controle por parte da BF ou do usuário final.
Solicitamos que a versão 4.0 seja usada sempre e, caso haja algum problema, abra um chamado informando o documento para análise. Se a emissão não puder aguardar, basta trocar para a versão 3 temporariamente.
Agradecemos a colaboração de todos os usuários.

Locais coloridos

28/06/2018 em Geral

O recurso de múltiplos locais e empresas no Aics permite uma grande integração e otimiza os recursos humanos ao mesmo tempo.
Entretanto, mesmo com as diversas indicações nas telas, pode ocorrer do operador abrir um determinado local incorretamente.
Para minimizar essa possibilidade, em locais, criamos uma determinada "cor". Isto é, para cada local, será possível atribuir cores. Ela será aplicada às barras de todas as telas abertas sobre ele. A cor padrão se mantém caso essa informação esteja ausente ou se a tela aberta for independente do local.
Basta atualizar o Aics, as tabelas alteradas e efetuar as devidas configurações nos locais desejados.
Com essa alteração, o "visual" passa a ser de responsabilidade do cliente final, use esse poder sem ofuscar seus operadores internos, por favor ;)

Posicionamento por GPS atualizado

21/06/2018 em Geral

O Aics possui um recurso que identifica a posição GPS de um cadastro a partir do seu endereço, para isso, basta clicar no ícone do mundo azul que existe abaixo dos endereços (cadastro geral, locais etc).
Nesse momento, foi feita uma atualização do endereço e a localização está sendo feita via conexão segura SSL.
Pode ser necessário atualizar seus arquivos DLL para isso.

O que precisa para NFe 4.0

18/06/2018 em NFe

Atenção aos prazos da NFe 4.0, últimos dias para ser ativada definitivamente. Não há problemas, nesse momento, de adotá-la antes do prazo, é até indicado.
Aos usuários do Aics que estejam com a estrutura na BF, essa alteração será feita brevemente por nós.
Aos usuários que estejam com o servidor de emissão local, atenção às atualizações:.
Atualize o Aics e todas as tabelas sugeridas pela detecção automática de estruturas. Abra cada local e, na aba certificados, além do serial (que já deve estar informado), localize o arquivo PFX correspondente e informe a senha do arquivo. Esse recurso facilita bastante o processo de emissão de NFes, não será mais necessária toda a configuração do Windows para essa tarefa. A seguir, as operações que devem ser feitas no servidor.
Baixe o ServAICST mais recente pelo FTP.
Será necessário baixar arquivos adicionais, que são:.
* CidadesINI.zip - definições de cidades para NFSe, expanda todos esses arquivos na pasta do ServAICS (esse arquivo é necessário apenas se você gerar NFSe).
* LibsServAICS.zip - bibliotecas necessárias à nova atualização, sem elas, é bem possível que o serviço nem seja ativado. Basta expandir esses arquivos na pasta do ServAICS.exe e, se necessário, na pasta System32 do Windows.
*SchemasNFe40.zip - abaixo da pasta do ServAICS, deve existir uma pasta filha com o nome Schemas.
Caso não exista, basta criar e expandir todos esses arquivos nessa pasta.
Se alguma operação acima não for feita, as NFes não serão geradas. Enquanto o seu ambiente não estiver validado, mantenha a anterior em backup.
Estamos à disposição para maiores informações.

Acesso via TLS 1.2

13/06/2018 em Geral

Nota para público técnico e usuários avançados.
Em breve, muitos acessos via SSL serão alterados para aceitar somente o método TLS 1.2. O Aics mais recente e o ServAICS já estão adequados a esse método, porém, pode ser necessário atualizar 2 arquivos tipo DLL.
Normalmente, esses arquivos estão na mesma pasta do Aics. Baixe o mais recente de shop.aics.com.br/ftp/libeay32.zip.
Extraia na mesma pasta do Aics e ServAICS, entretanto, eles terão que estar fechados para esse fim. Após isso, basta abrir novamente que tudo estará correto. Caso tenha problemas, basta atualizar o próprio Aics, pode ser que a sua atualização não seja muito recente.

Atualizar SAT

04/06/2018 em ECF

Atualizamos o AicsECF, que trabalha com ECF, SAT e NFCe. Os usuários que estiverem configurados com funcionamento em SAT devem atualizar obrigatoriamente.
A atualização ajusta o envio das alíquotas de PIS e COFINS.